fbpx
2 fev

Aditivo controlador de hidratação: como atua e para que é utilizado

A aplicação de aditivos é fundamental para aumentar a qualidade do concreto que está sendo produzido. De acordo com o tipo de aditivo utilizado, diferentes características são conquistadas ou aprimoradas. Entre esses aditivos, um que podemos citar é o aditivo controlador de hidratação, assunto do texto na sequência.

Como seu próprio nome sugere, ele serve para controlar a hidratação do concreto. Abaixo, a Tecnomor explica exatamente o que é o processo de hidratação do concreto e depois apresenta o aditivo controlador de hidratação, mostrando o que ele é, como ele atua e por que utilizá-lo na produção.

Continue a leitura e acompanhe!

 

O que é o processo de hidratação do concreto?

Hidratação é como chamamos o processo de reação química que ocorre na mistura de água e cimento. Sua consequência é o endurecimento do concreto, também chamado de pega. Como sabemos, é importantíssimo que o concreto endureça da maneira correta para garantir que o material produzido tenha propriedades adequadas.

A cura precisa é um dos fatores que fazem a hidratação do concreto ser bem sucedida. Através de uma boa técnica de cura, a hidratação ocorre sem maiores problemas, de modo que os efeitos da evaporação prematura da água sejam suavizados. 

Outra forma de garantir um bom processo de hidratação do concreto, assegurando-se de que ele venha a ter as características que deve ter, é justamente utilizar um aditivo controlador de hidratação na mistura. Ele irá ajudar a controlar o processo, tornando-o mais longo e previsível.

É importante citar ainda que as condições climáticas podem afetar a hidratação e a pega do concreto, e um maior controle é ainda mais importante quando a produção está lidando com condições climáticas adversas, desde vento excessivo até temperatura e umidade do ar.

 

Aditivo controlador de hidratação: o que é, como atua e por que utilizar?

Mas o que, exatamente, é o aditivo controlador de hidratação? A solução líquida e livre de cloretos é a responsável por, em conjunto com outras técnicas, controlar e retardar a hidratação da mistura. Basicamente, ele faz o concreto demorar mais para endurecer.

Quando aplicado, ele provoca uma lista de ações. No estado fresco da mistura, o aditivo controlador de hidratação regulariza o início da pega, reduz a quantidade necessária de água para uma trabalhabilidade específica, reduz a segregação, compensa os efeitos de perda do abatimento (quando existe atraso entre a mistura e aplicação), reduz a taxa de liberação de calor de hidratação e aumenta o raio de ação de centrais de concretos.

Já no estado endurecido, o uso do aditivo controlador de hidratação promove aumento da resistência de flexão, aumento da resistência de compressão e ainda auxilia na eliminação de juntas frias.

 

Como você pode ver, diversas vantagens justificam por que utilizar um aditivo controlador de hidratação. Além de deixar o concreto mais resistente, ele ainda permite que a concretagem não seja feita imediatamente após a mistura, aumentando as possibilidades.

E você, já conhecia o aditivo controlador de hidratação? O que achou deste texto? Se tiver gostado e quiser continuar recebendo conteúdo, não deixe de nos seguir no Facebook e no Instagram!

NEWSLETTER

Receba nossas novidades e conteúdos por e-mail.

    [recaptcha]