Acompanhando as crescentes preocupações com o meio ambiente e com as mudanças climáticas, muitos esforços tem sido feitos para reverter o atual quadro e impedir o seu avanço. A substituição de combustíveis fósseis por biocombustíveis, o uso de sistemas de controle de emissão de gases e, principalmente, o crescimento da construção sustentável são algumas das principais medidas.

Em uma descrição mais básica, a construção sustentável pode ser caracterizada como uma construção que busca harmonia com o meio ambiente, seja durante o processo (por meio de redução de resíduos e uso de materiais de menor impacto) ou após (com aproveitamento mais eficiente de água e energia).

No texto que a Tecnomor preparou para você hoje, nós iremos explicar mais a fundo o que faz uma construção sustentável, além de exemplificar o seu crescimento e mostrar por que a sua importância não para de crescer em nossa sociedade. Continue a leitura abaixo e entenda!

 

Definindo construção sustentável

Para entendermos melhor o que é construção sustentável e o que ela representa, é preciso conhecer e entender os princípios por trás dela. O primeiro, o qual é responsável por guiar todo o restante, diz respeito à viabilidade do projeto. É necessário que os encarregados considerem aspectos locais – como o clima e a vegetação – e adequem seus projetos de acordo.

Os outros princípios tratam de passos mais práticos da construção e do resultado, sendo eles a escolha de materiais, o consumo de água e a eficiência energética. Na momento da seleção de cada material, deve-se conferir se eles são renováveis, se são poluentes e a quantidade de resíduos gerada na aplicação. Alguns exemplos de materiais sustentáveis são madeira reflorestada, plástico reciclado e o concreto ecológico.

Quanto à água, podemos citar construções que trabalham com captação de chuva para reaproveitamento do líquido. Já no caso da energia, temos o muito conhecido exemplo das placas de energia solar.

 

O crescimento da construção sustentável em números

Segundo informações divulgadas pela Pike Research, empresa especializada em pesquisas relacionadas a energia, o investimento destinado para a construção sustentável só tende a crescer com o passar dos anos. Ainda de acordo com a organização, o valor destinado a edifícios sustentáveis em todo o mundo pode chegar a 3 trilhões de dólares em 2035.

Para se ter uma ideia do tamanho do crescimento que vem acontecendo nos últimos anos, enquanto o número de projetos chamados “verdes” nos Estados Unidos era de 41 no ano 2000, em 2017 a quantidade cresceu para mais de 65 mil. Isso representa um aumento de cerca de 15800% em menos de 20 anos.

 

Por que a construção sustentável é importante?

Em um mundo cada vez mais preocupado com o legado de um planeta habitável para as gerações futuras, a importância da construção sustentável se faz clara. Construções, sejam elas quais forem, são indispensáveis em nossas rotinas. Aliando-as com a preservação do meio ambiente, é possível viver em harmonia natural sem abrir mão do conforto.

Ao colaborar com a redução de resíduos emitidos, o processo desencadeia uma diminuição em massa da poluição. Já quando economizam e reaproveitam a água e aumentam a eficiência energética, contribuem com a manutenção do recurso mais importante de todo o planeta.

 

O papel do concreto ecológico na construção sustentável

Como você sabe, o concreto é o material mais utilizado em construções em todo o mundo. Não à toa, a fabricação de cimento representa cerca de 7% de todas as emissões de gás carbônico na atmosfera. Buscando reverter este número e continuar a construir de maneira sustentável, surge o concreto ecológico.

Aproveitando-se de outros materiais remanescentes da construção, os quais seriam descartados, é possível substituir até 40% do cimento na fabricação do concreto. Isso mostra que o concreto pode sim ser um dos grandes aliados na manutenção da construção em um mundo mais consciente.

Gostou do texto de hoje? Para continuar por dentro de todas as novidades do setor, siga a Tecnomor no Facebook e no Instagram!