Atualmente, o concreto e seus resíduos fazem parte do grupo de materiais que mais poluem o meio ambiente. Em média, 84 milhões de metros cúbicos de resíduos são produzidos no Brasil anualmente, o que já dá uma noção do quanto isso pode ser prejudicial. Felizmente, reciclar concreto é uma opção, e ela pode ser mais viável do que você imagina.

No texto que a Tecnomor preparou para você hoje, nós falaremos sobre todos os processos de reciclagem de concreto, a importância de reciclar concreto e como fazê-lo. Continue a leitura abaixo e saiba mais!

 

A importância de reciclar concreto para o meio ambiente

Ainda que não tão difundido no Brasil, reciclar concreto é um método que traz resultados significativos, reduzindo a quantidade de resíduos depositados no meio ambiente que, por consequência, acabam sendo desperdiçados. Para se ter uma ideia, países como a Bélgica, a Holanda e a Dinamarca, por exemplo, reciclam mais de 90% de seus resíduos. 

Aqui no Brasil, por outro lado, a situação varia drasticamente. Mesmo com o método sendo conhecido e estando presente no país há mais de 30 anos, falta prática. Estima-se que por aqui a reciclagem não ultrapasse 20% de todo o concreto utilizado.

E não é por falta de benefícios! Além de diminuir a quantidade de entulho em lixões e outros locais irregulares, reciclar concreto ajuda a reduzir o desperdício e economizar. Isso porque os agregados derivados da reciclagem do concreto podem substituir até ¼ dos agregados convencionais, mantendo as propriedades mecânicas intactas.

Hoje, o concreto feito com agregados reciclados é utilizado majoritariamente em aplicações não estruturais, como pavimentos, aterros, artefatos de concreto e blocos de vedação. No entanto, a utilização do agregado reciclado para concreto estrutural também é possível, mas com o diferencial de exigir maior conhecimento e cuidado para dosar o material.

Além disso, já existem diversos estudos e pesquisas que buscam viabilizar ainda mais o uso destes resíduos para a função estrutural, especialmente no Brasil. Alguns países europeus já fazem esse uso.

Nota-se, portanto, como reciclar concreto é uma realidade alcançável e benéfica.

 

E como eu posso reciclar concreto?

Não existe apenas uma maneira de reciclar concreto. É possível obter agregados reciclados tanto do concreto endurecido quanto do concreto fresco. Entenda melhor abaixo como os dois processos funcionam:

 

Concreto endurecido

Para fazê-lo, deve-se usar um britador específico. Ele triturará a peça e os agregados remanescentes do processo são os que podem ser utilizados na produção de um novo material. 

Vale lembrar que utilizar estes agregados no concreto não estrutural é uma possibilidade prevista e autorizada pela norma NBR 15116 da ABNT.

 

Concreto fresco

O concreto fresco não utilizado, proveniente de resíduos das centrais dosadoras, também pode ser reciclado. Para tanto, deve-se realizar uma lavagem do material com água sob pressão. Este procedimento irá separar os agregados graúdos dos agregados finos. Após esta separação, tanto os agregados quanto a água utilizada no processo poderão ser reutilizados.

 

 

Viu como reciclar concreto e contribuir com o meio ambiente é uma possibilidade real e que apresenta diversos benefícios? A Tecnomor produz aditivos e desmoldantes para produção de artefatos de concreto e tem como um de seus princípios a consciência ambiental. 

 

Caso você queira receber ainda mais conteúdos sobre as possibilidades sustentáveis do concreto e, de quebra, acompanhar a empresa que produz os aditivos e desmoldantes mais concentrados do mercado, siga a Tecnomor no Facebook e no Instagram!